frase marco2017

Anel vaginal

Já conheces este método?

rapariga na cama

Como se coloca o anel vaginal? Não é desconfortável? Pode sair durante as relações? Admite, estas são algumas das dúvidas que tens em relação a este método contracetivo, mas nós vamos contar-te tudo o que precisas de saber.

 

  • O que é?

O anel vaginal é um método contracetivo hormonal com a forma de um anel. Tem cerca de 5 cm de diâmetro, é transparente, suave e flexível. Insere-se na vagina e vai libertando, diariamente, duas hormonas para a corrente sanguínea, estrogénio e progestagénio.

  • Como funciona?

O anel é colocado na vagina, da mesma forma que se coloca um tampão. De aplicação mensal, idealmente deverá ser colocado no primeiro dia da menstruação e, após 3 semanas de uso consecutivo, deverá ser retirado. Durante a semana da menstruação não se utiliza o anel, embora o seu efeito permaneça. A principal diferença em relação à pílula é o facto de não implicar uma toma diária.

“Mas tanto tempo com um objeto estranho dentro de mim?!”. A ideia pode ser assustadora, mas o anel vaginal é um método higiénico e, na maior parte dos casos, não altera as tuas rotinas. O importante é que não te esqueças que o estás a usar e que o retires no tempo certo! Como a colocação é feita por ti e não por um médico, convém que o faças tranquilamente para evitar que fique mal colocado e que se torne desconfortável (ou que perca eficácia).

  • Qual a eficácia?

O anel vaginal tem uma eficácia semelhante à da pílula quando utilizado corretamente. Existem algumas situações em que o seu efeito contracetivo pode ser anulado:

- Se o anel permanecer mais de 3 horas fora da vagina – caso o anel saia ou o tenhas de tirar por algum motivo durante o período normal de utilização, passa-o por água fria e volta a colocá-lo de imediato;

- Com a toma de antibióticos (exceto a amoxicilina e doxiciclina que não interferem com a eficácia deste método). Existem outros medicamentos que podem aumentar a eliminação das hormonas do teu organismo e afetar a eficácia do anel. Se tiveres dúvidas informa-te com o teu médico ou farmacêutico.

- Se deixares o anel dentro da vagina mais de 4 semanas – o mesmo anel deverá ser utilizado apenas durante 3 semanas. A sua eficácia vai reduzindo após esse tempo.

 

Apesar de não implicar uma toma diária como a pílula, o anel vaginal não é um método contracetivo de longa duração. Este método tem de ser aplicado mensalmente e a inserção é feita em casa, pela mulher, não por um médico especialista.

Ainda não sabes que métodos contracetivos de longa duração existem? Descobre-os.

 

Informa-te e descomplica 😉

 ###