frase marco2017

Porquê a mesma contraceção?

Afinal somos Mulheres diferentes

Duas mulheres com máscaras

Tomar a pílula é normalmente o primeiro passo nas decisões de contraceção de uma mulher. Porque a mãe já toma. Talvez uma amiga... E é uma solução aparentemente simples: vamos à farmácia ou ao centro de saúde e já está…

 

A escolha de um método contracetivo deve ser pensada: há que analisar prós e contras, perceber qual a opção mais adequada ao teu estilo de vida ou se existem condições de saúde que possam interferir. Claro que esta análise deve ser feita com o teu médico!

É normal que há alguns anos (para a tua mãe, para a tua tia…) a pílula fosse a escolha óbvia. Afinal de contas, não existiam assim tantas opções acessíveis e eficazes de contraceção. Hoje é totalmente diferente! Há vários métodos contracetivos que podes usar, com características diversas, uma maior eficácia e com proteção mais longa do que a pílula.

 

Especialmente se não pretendes engravidar nos próximos anos, a contraceção de longa duração é uma ótima opção, como por exemplo o SIU e o DIU.

 

Então como saber se devo considerar uma destas opções? Nós ajudamos! Deves considerar um contracetivo de longa duração se:

 

  • Não pretendes engravidar nos próximos anos

Os contracetivos de longa duração como o SIU e o DIU têm uma eficácia contracetiva que varia entre 3 a 10 anos! Claro que, se entretanto mudares de ideias e quiseres engravidar é só marcar consulta para retirar o SIU ou o DIU.

 

  • Pretendes um método com eficácia elevada

Menos de 1 mulher em cada 100 engravida com um destes métodos (face a 9 em cada 100 com o uso correto da pílula).

 

  • Não tens uma rotina certinha que te garanta a toma correta da pílula

Quem tem uma rotina certinha hoje em dia, right?

 

  • Esqueces-te frequentemente de tomar a pílula

Contraceção de longa duração é liberdade da obrigação diária da toma da pílula. Sem esquecimentos, sem preocupações.

 

  • A pílula interfere com o teu bem-estar

Não, não tens que viver com esses efeitos indesejados! Existem outras opções!

 

  • Queres um contracetivo que seja uma ótima combinação custo + benefício + durabilidade

Os SIUs são comparticipados, ou seja, se o teu médico prescrever um destes métodos o custo fica muito mais em conta, sendo ainda gratuitos nos centros de saúde. Os DIUs não são comparticipados mas são também gratuitos nos centros de saúde.

 

E é isto! Se te identificas com alguns destes pontos… não penses mais! Fala com o teu médico! Sabemos que é tentador usar o método que é mais conhecido, que a mãe já toma ou que a amiga recomenda, mas isso não quer dizer que seja a melhor opção para ti!

 

Cada mulher é uma mulher, por isso, fala com o teu médico.

 

###

Publicado:

30/01/2018