frase marco2017

SIU VS DIU

Afinal quais são as diferenças?

Siu vs Diu

Nós sabemos que às vezes é confuso. SIU… DIU… Mas afinal não são a mesma coisa? Não são e nós explicamos. O SIU é o sistema intrauterino e o DIU é o dispositivo intrauterino. E na prática o que é que isto quer dizer?

Ora vamos ver!

 

SIU

DIU

 

 

 

 

O que é?

O sistema intrauterino é um pequeno dispositivo de plástico macio e flexível em forma de T, com reservatório hormonal.

O dispositivo intrauterino é um pequeno aparelho de plástico em forma de T que contém fio de cobre.

Qual a sua eficácia?

 A sua eficácia é idêntica! Menos de 1 mulher em cada 100 que utilizam engravida.

Quanto tempo dura?

3 ou 5 anos (dependendo do SIU)

5 ou 10 anos (dependendo do DIU)

E o que é que os faz funcionar?

O SIU tem uma baixa dose hormonal – contém levonorgestrel (um progestativo) - que é libertada no teu útero, atuando sobretudo localmente, para te proteger de uma gravidez.

Favorece o espessamento do muco cervical, o que torna mais difícil a deslocação dos espermatozóides até ao óvulo. Também deixa o revestimento da parede do útero mais fino, não permitindo a fixação do óvulo fecundado (nidação).

Ou seja, ao contrário da pílula, as hormonas ficam centralizadas no teu útero.

O DIU contém fio de cobre que liberta iões de cobre. Estes iões conduzem a uma reação inflamatória que impede a progressão e sobrevivência dos espermatozóides e também dificulta a nidação.  Este é um método  com efeito mecânico associado, por isso precisa de estar no sítio certo para ter o resultado desejado e te proteger de uma gravidez.

Como podem afetar a minha menstruação?

Nos primeiros meses após a colocação, podes ter uma menstruação mais irregular. Depois a hemorragia tende a ficar mais ligeira, com menor duração e com diminuição da dor menstrual.

Nos primeiros meses após a colocação, podes ter uma menstruação mais irregular. Depois, a hemorragia pode ficar mais abundante, de maior duração e não existe redução da dor menstrual.

 E quando quiser engravidar?

Assim que retirares o SIU, a tua fertilidade voltará ao seu nível anterior.

Assim que retirares o DIU, a tua fertilidade também voltará ao seu nível anterior.

 

Sobre a colocação já falámos em detalhe neste artigo. Também já sabes: ambos são comparticipados ou, se optares pelo acompanhamento no Serviço Nacional de Saúde, são gratuitos.

 

Quando é aconselhável a utilização do SIU e quando é aconselhável a escolha do DIU?

  • Ambos podem ser uma escolha adequada para muitas mulheres, de diferentes idades, que não querem engravidar e que procurem um método de contraceção cómodo e de longa duração, sem a preocupação de uso diário, semanal ou mensal
  • O SIU é um método hormonal (embora tenha uma dose de hormonas inferior à da Pílula e não contenha estrogénio) – ou seja – o DIU será aconselhável para quem seja contraindicada ou para quem não queira usar contraceção hormonal.;
  • O SIU também é indicado se não tolera ou não quer usar contraceção hormonal combinada (com estrogénio).
  • O SIU pode trazer benefícios a quem tem menstruações abundantes e/ou prolongadas, e até dolorosas – ponto extra, certo?

 

Mas já sabes! Fala com o teu médico que te ajudará a perceber qual o método indicado para o teu caso, de acordo com o teu estilo de vida e histórico clínico.

E vive uma vida descomplicada! 😉

 

###