frase marco2017

Corrimento vaginal

Achas que sabes tudo sobre ele?

Corrimento vaginal

Todas o temos, embora ninguém fale sobre o assunto (porque… ew), por isso achámos importante falar sobre os vários tipos e causas… disto

 

 

Já todas nos questionámos e amaldiçoámos o corrimento vaginal. A verdade é que este fluxo viscoso, com que lidamos de forma mais regular do que muitas vezes gostaríamos, pode ter vários significados.
O motivo mais comum é a simples necessidade natural de lubrificação da nossa vagina. O corrimento vaginal é também resultado do muco formado no colo do útero e que sofre alterações com as tuas oscilações hormonais ao longo do ciclo menstrual. Dependendo da textura, odor e cor, pode também dar indicações acerca do nosso período fértil, ou alertar-nos para uma possível infeção.
O corrimento transparente ou um pouco esbranquiçado, sem cheiro, que não esteja associado a quaisquer outros sintomas, e que surja de forma mais intensa a meio do ciclo menstrual, é característico da nossa fase reprodutiva. Devemos, por isso, estar atentas a alterações nestas características.
Se o corrimento for branco e espesso, com um odor forte, é possível que estejamos com candidíase vaginal, uma infeção vaginal que pode ser tratada com cremes ou comprimidos vaginais antifúngicos.
É importante que saibas que nada disto é matemático, porque todas temos reações biológicas diferentes. A cor do teu corrimento é apenas um indicador para que estejas atenta a ti e ao teu corpo. Asseguramos-te que se mantiveres uma boa higiene íntima, uma boa alimentação e te protegeres, o corrimento vai ser o menor dos teus problemas!
Curiosidade: Se tomares a pílula ou tiveres um SIU podes ter mais corrimento, o que é perfeitamente normal. Ambos os métodos provocam um espessamento do muco cervical que impede assim os espermatozóides de “subir” e de fecundarem os óvulos.
Porém, se tiveres a usar um SIU e houver alteração da cor e/ou do cheiro do teu corrimento, associada a febre e/ou dor e deves verificar a situação com o teu médico assim que possível.

 

Atreve-te a descomplicar 😉

###


Referências bibliográficas:

https://rotasaude.lusiadas.pt/corrimento-vaginal-deve-saber/