frase marco2017

Erros que a maioria das pessoas comete ao lavar os dentes

E que nem te passam pela cabeça

Rapariga a lavar os dentes

Calma, não te vamos ensinar a lavar os dentes. Vamos só confirmar se estás a fazer tudo bem… é que se trata de um ato diário tão automático que nem nos apercebemos das nossas falhas.

 

- Não escovar o tempo suficiente – O ideal são dois a três minutos. É pouco tempo, certo? O problema é que quando lavas os dentes, ou estás com pressa para sair de casa, ou estás cheia de sono e de vontade de ir para a cama. Para te obrigares a cumprir os requisitos mínimos podes comprar uma escova elétrica com um tempo de escovagem de, pelo menos, dois minutos. Se não quiseres gastar esse dinheiro, podes sempre levar o telemóvel para a casa de banho e ligar o temporizador.

- Não prestar atenção ao que se está a fazer – Não te esqueças de olhar para o espelho enquanto lavas os dentes, para conseguires garantir que estás a fazer uma escovagem homogénea. Normalmente os molares são esquecidos por estarem na parte de trás da boca e às vezes a escova é tão grande que nem chega lá. Atenção a estes detalhes!

- A técnica – Não é preciso seres o Cristiano Ronaldo das escovagens. 😉 A ideia é que te concentres num conjunto de dentes de cada vez, antes de passares para outro. Lembra-te que o movimento deve ser sempre em círculos. No final, escova longe da linha das gengivas para eliminar a placa solta e bactérias.

- Escovar com demasiada força – As palavras-chave aqui devem ser “cuidado” e “suavidade”. Mais uma vez, a dica passa por lavar os dentes a olhar para o espelho – como tens de manter o braço levantado acabas por fazer menos força na escovagem.

- Não utilizar a escova certa – Em primeiro lugar a escova de dentes é para mudar a cada 3 meses. Caso contrário, pode tornar-se um verdadeiro paraíso dos germes. Depois, opta sempre por escovas macias e slim para evitares escoriações (aquelas feridas nas gengivas). Garantimos que aquela sensação de limpeza das escovas com cerdas grossas e rijas é totalmente enganadora e até prejudica a saúde da tua boca.

- Não usar fio dental da forma certa – “o fio dental chega à zona entre os dentes onde a escova não consegue chegar” – parecemos um anúncio publicitário, mas é a mais pura das verdades. Sabias que as cáries formam-se mais frequentemente nas superfícies onde dois dentes se tocam? Se as bactérias ficam presas vão alimentar-se dos açúcares das partículas dos alimentos, formam uma colónia e produzem químicos que vão corroer o esmalte. Resultado? Cáries. Já te convencemos a usar o fio dental todos os dias?

- Não enxaguar no final – Enxaguar a boca no final é quase um checkmate às bactérias que ainda permaneceram depois da escovagem. Bochecha com pouca água e por pouco tempo. Assim, vais manter o fluor da pasta de dentes, que tem um efeito remineralizante e anticáries.

Se já fazes tudo isto, parabéns! Deixaste-nos com um sorriso de orelha a orelha! 😊

 

###

Publicado:

02/02/2018