frase marco2017

Exames médicos

No feminino

exames

A saúde da mulher é complexa e exige que estejamos muito atentas aos sinais do nosso corpo. Para além da adoção de um estilo de vida saudável, é importante que façamos vários exames de rotina ao longo da nossa vida. Descobre quais neste post 😊

 

 

O aparelho reprodutor feminino é tão surpreendente como vulnerável, por isso, há exames que todas devemos fazer, principalmente desde a primeira menstruação até ao período pós-menopausa.

 

  • Atingiste os 20 anos e/ou tens uma atividade sexual regular:

Recomenda-se a pesquisa de Clamídia e Gonorreia na urina ou pelo Papanicolau (exame que usa uma espécie de cotonete para recolher uma amostra do colo uterino ou também designado de citologia). No caso de teres alterações na menstruação, dor pélvica ou se o exame do médico detetar anormalidades, tens indicação para fazer uma ecografia ginecológica.

 

  • Aos 30 anos:

O exame de pesquisa dos Vírus do Papiloma Humano (HPV’s) de alto risco é preferível ao teste do Papanicolau. A ecografia ginecológica mantém-se indicada nas mesmas situações. Eventualmente pode-se justificar a avaliação da mama se houver presença de fatores de risco para o cancro da mama (sobretudo familiares de 1º grau com cancro da mama).

 

  • Aos 40 anos:

O exame de pesquisa do HPV/citologia, mamografia e a ecografia ginecológica mantêm as mesmas indicações que anteriormente. Porém, nesta idade e nas mulheres com risco familiar de cancro colorretal (intestinos), deve ser realizada a primeira colonoscopia. A partir daí, todos os anos deve ser feita uma pesquisa de sangue oculto nas fezes.

 

  • Na casa dos 50 anos:

A mamografia pode ser anual ou bianual, de acordo com o risco da mulher para o cancro da mama, a pesquisa de sangue nas fezes, pesquisa dos HPV’s e a ecografia ginecológica mantêm as indicações referidas.

 

  • Aos 60 anos:

Naturalmente, esta fase implica cuidados redobrados e já não tanto com a função reprodutora, mas com a saúde em geral. Também os exames de densidade óssea são importantes para controlar os problemas de osteoporose, bem como a mamografia e colonoscopia que mantêm as indicações. Para além disso deve ser feito o despiste da doença nodular e disfuncional de tiróide e o rastreio da hipovitaminose D. A avaliação da densidade mineral óssea é recomendada apenas nas mulheres na pós-menopausa

Sabemos que nem sempre é fácil seguir à risca todos estes exames, mas é importante que arranjes métodos para te lembrares que os tens de fazer. No que toca à contraceção de longa duração, já sabes que uma vez por ano deves fazer um check-up.

 

Informa-te e descomplica! 😊

###

 

Referências bibliográficas:

https://www.minhavida.com.br/saude/galerias/14810-exames-indispensaveis-que-toda-mulher-precisa-fazer
https://delas.ig.com.br/saudedamulher/exames-da-mulher/n1237563912216.html
https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/551247/saude-os-exames-que-a-mulher-deve-fazer-ao-longo-da-vida

http://www.cemeru.com/noticias/noticias/exames-indispensaveis-que-toda-mulher-precisa-fazer
https://advancecare.pt/artigos/saude-e-bem-estar/sa%C3%BAde-feminina-os-exames-que-as-mulheres-devem-fazer
https://www.ausonia.pt/pt-pt/informa-te/a-adolescencia/a-primeira-consulta-de-ginecologia