DIU branco

O DIU - OU DISPOSITIVO INTRAUTERINO

UMA SOLUÇÃO A LONGO PRAZO, E EM CASO DE EMERGÊNCIA.

UMA ESCOLHA IÓNICA

O dispositivo intrauterino (DIU) é um pequeno dispositivo em forma de T, que contém um fio de cobre. Este dispositivo liberta iões de cobre (e não hormonas) que imobilizam os espermatozoides, impedindo-os de fertilizar o óvulo. Se um espermatozoide conseguir passar, o cobre também impede o óvulo fertilizado de se implantar no revestimento do útero, por isso estarás protegida contra uma gravidez.

Como não existe um método contracetivo universal, é importante discutir esta opção com o teu médico ou enfermeiro. Assim que tiveres decidido que o DIU é o método indicado para ti, o processo em si é bastante rápido. O teu médico irá proceder à inserção e o dispositivo manter-se-á eficaz durante até 5 anos. Uma vez removido, os níveis de fertilidade regressam rapidamente ao normal.
 

DIU

COMO SE COMPARA A OUTROS MÉTODOS

HORMONAS

Não. O DIU não liberta hormonas, pois recorre a iões de cobre para evitar a gravidez.

FACILIDADE DE UTILIZAÇÃO

O DIU é inserido no útero por um profissional de saúde treinado, e tem uma duração de até 5 anos.

O TEU PERÍODO

As mulheres com um DIU podem ter uma hemorragia mais abundante e prolongada com cólicas.

COMPARAR MÉTODOS

TENS MAIS PERGUNTAS?

Marca já uma consulta com o teu médico ou enfermeiro!

O QUE PRECISAS DE SABER

Até 5
anos

Até uma década de proteção após a colocação.

<120
HORAS

Intervalo de tempo no qual um DIU pode ser colocado enquanto contraceção de emergência.

168 milhões
de mulheres

Número de mulheres que utilizam um DIU em todo o mundo

  • Mantém-se colocado durante até cinco ou dez anos, mas pode ser removido a qualquer momento.
  • Possibilita espontaneidade e não interrompe a relação sexual.
  • Pode ser utilizado como contraceção de emergência se colocado dentro de cinco dias após a relação sexual desprotegida.
  • Não tem hormonas, podendo ser uma boa opção para as mulheres que sofrem com os efeitos negativos das mesmas.
  • A fertilidade regressa aos níveis normais após a remoção do DIU.
  • Um médico realiza a colocação e a remoção.
  • Algumas mulheres sentem cólicas, hemorragias irregulares, dor de cabeça, sensibilidade mamária ou acne após a colocação.
  • Existe um risco reduzido de o DIU ser deslocado da sua posição e tornar-se menos eficaz.
  • Não protege contra o VIH/SIDA e outras infeções sexualmente transmissíveis (IST).
  • Algumas mulheres têm períodos mais longos, com uma hemorragia menstrual mais abundante e dor.

PRECISAS DE ACONSELHAMENTO? FALA COM O TEU PROFISSIONAL DE SAÚDE

Marca uma consulta com o teu médico ou enfermeiro para obter o apoio adequado às tuas necessidades.

SERÁ QUE...?

PENSA NISTO

Para funcionar corretamente, o diafragma tem de cobrir totalmente o teu colo do útero. Se achares que o teu diafragma não está bem encaixado, consulta o teu médico ou enfermeira. Eles poderão aconselhar-te acerca da colocação correta. Entretanto, pondera utilizar um método contracetivo alternativo, como o preservativo.

SABE MAIS

CONHECE AS TUAS OPÇÕES

COMPARAR MÉTODOS