Adesivo azul

O ADESIVO

A SOLUÇÃO ADESIVA.

DEFINE UMA ROTINA SEMANAL

O adesivo assemelha-se a um pequeno penso rápido. É colado na pele e liberta hormonas - um progestativo e estrogénio - que entram na corrente sanguínea através d a pele. As hormonas impedem os ovários de libertarem óvulos, e também provocam o espessamento do muco cervical, dificultando a mobilidade dos espermatozoides.

Basta descolar a proteção traseira do adesivo e aplicá-lo diretamente na pele - na parte inferior do abdómen, nas nádegas, na parte superior do braço ou nas costas. Usa o adesivo durante uma semana e depois substitui-o por um novo. Após três semanas, não usas o adesivo durante uma semana e, durante essa semana em que não usas o adesivo, deverá aparecer o teu período. Depois repete essa rotina. Se o teu adesivo se descolar ou cair durante o uso, deverás consultar o folheto informativo que o acompanha, ou consultar o teu
médico ou enfermeiro.
 

Adesivo

COMO SE COMPARA A OUTROS MÉTODOS

HORMONAS

Sim. O adesivo liberta hormonas continuamente - estrogénio e um progestativo - em todo o organismo

FACILIDADE DE UTILIZAÇÃO

O adesivo tem de ser substituído todas as semanas para ser totalmente eficaz.

O TEU PERÍODO

O adesivo pode afetar os períodos, seja sob a forma de hemorragia irregular ou de períodos regulares e mais ligeiros.

COMPARAR MÉTODOS

TENS MAIS PERGUNTAS?

Marca já uma consulta com o teu médico ou enfermeiro.

O QUE PRECISAS DE SABER

1
POR SEMANA

Frequência com que deves mudar o adesivo a cada três semanas de cada mês.

21
DIAS

Tempo total em que utilizas o adesivo em cada mês.

2
HORMONAS

Um progestativo e estrogénio são libertados de forma contínua diretamente através da pele.

  • É autoadministrado.
  • Exige o acompanhamento do número de semanas decorridas, e tem de ser mudado atempadamente, para ser mais eficaz.
  • Possibilita espontaneidade e não interrompe a relação sexual.
  • A maioria das mulheres refere que é fácil de utilizar.
  • É visível e existe a possibilidade de se soltar ou de cair, o que afeta a sua eficácia.
  • Algumas mulheres sentem dor de cabeça, alterações do humor e ardor/vermelhidão no local da aplicação.
  • Não protege contra o VIH/SIDA e outras infeções sexualmente transmissíveis (IST).

PRECISAS DE ACONSELHAMENTO? FALA COM O TEU PROFISSIONAL DE SAÚDE

MARCA UMA CONSULTA COM O TEU MÉDICO OU ENFERMEIRO PARA OBTER O APOIO ADEQUADO ÀS TUAS NECESSIDADES.

SERÁ QUE...?

PENSA NISTO

Para funcionar corretamente, o diafragma tem de cobrir totalmente o teu colo do útero. Se achares que o teu diafragma não está bem encaixado, consulta o teu médico ou enfermeira. Eles poderão aconselhar-te acerca da colocação correta. Entretanto, pondera utilizar um método contracetivo alternativo, como o preservativo.

SABE MAIS

CONHECE AS TUAS OPÇÕES

COMPARAR MÉTODOS