Implante subcutâneo branco

O IMPLANTE SUBCUTÂNEO

MÉTODO INSERIDO NA PELE QUE PROMOVE UMA PROTEÇÃO DE LONGA DURAÇÃO.

PROTEGE-TE CONTRA UMA GRAVIDEZ NÃO PLANEADA

O implante subcutâneo é tão eficaz quanto outros métodos contracetivos hormonais. Trata- se de um pequeno bastonete de plástico flexível que contém um reservatório de progestativo, que é constantemente libertado no organismo. A hormona impede os ovários de libertarem óvulos, e provoca o espessamento do muco cervical, dificultando a mobilidade dos espermatozoides.

Deves consultar o teu médico ou enfermeiro para decidir se este é o método certo para ti. Se optares por este método, o teu médico ou enfermeiro procederá à inserção. Uma anestesia local irá aliviar a dor associada ao procedimento, no qual o implante é inserido sob a pele na parte superior e interior do braço. Após a sua inserção, pouco terás que fazer ou relembrar. O implante irá libertar hormonas durante até três anos, por isso é uma boa escolha para as mulheres que desejam um método contracetivo fiável e de longa duração. Se desejares retomar a tua fertilidade, terás de realizar outra pequena cirurgia para retirar o implante e os
seus efeitos irão desaparecer rapidamente.
 

Implante subcutâneo

COMO SE COMPARA A OUTROS MÉTODOS

HORMONAS

Sim. O implante subcutâneo liberta um progestativo em todo o organismo.

FACILIDADE DE UTILIZAÇÃO

O implante subcutâneo é colocado por um profissional de saúde e dura até três anos.

O TEU PERÍODO

O implante subcutâneo não tem uma hemorragia previsível, podendo levar a hemorragias irregulares, mais ligeiras e menos dolorosas.

COMPARAR MÉTODOS

TENS MAIS PERGUNTAS?

Marca já uma consulta com o teu médico ou enfermeiro!

O QUE PRECISAS DE SABER

1-2

Pequenos bastonetes libertam hormonas no organismo.

5
MINUTOS

Tempo necessário para a colocação de um implante.

45 ANOS
OU MAIS

Nesta idade, pode ser utilizado até alcançares a menopausa e deixares de necessitar de contraceção.

  • Mantém-se colocado durante até três anos, mas pode ser removido a qualquer momento
  • Possibilita espontaneidade e não interrompe a relação sexual.
  • Pode constituir uma alternativa para as mulheres que sofrem com os efeitos negativos do estrogénio.
  • Algumas mulheres têm períodos mais ligeiros.
  • Pode ser utilizado durante a amamentação, seis semanas após o parto.
  • Um médico ou enfermeiro realiza a colocação e a remoção.
  • É comum uma hemorragia irregular após a colocação.
  • Algumas mulheres sofrem um aumento de peso, e dor mamária e abdominal.
  • Não protege contra o VIH/SIDA e outras infeções sexualmente transmissíveis (IST).

PRECISAS DE ACONSELHAMENTO? FALA COM O TEU PROFISSIONAL DE SAÚDE

Marca uma consulta com o teu médico ou enfermeiro para obter o apoio adequado às tuas necessidades.

SERÁ QUE...?

PENSA NISTO

Para funcionar corretamente, o diafragma tem de cobrir totalmente o teu colo do útero. Se achares que o teu diafragma não está bem encaixado, consulta o teu médico ou enfermeira. Eles poderão aconselhar-te acerca da colocação correta. Entretanto, pondera utilizar um método contracetivo alternativo, como o preservativo.

SABE MAIS

CONHECE AS TUAS OPÇÕES

COMPARAR MÉTODOS